May 08, 2015

AZULEJOS.

The Muslim culture has a long-standing history and tradition in the Iberic Peninsula and one of the traces they have left behind and has become a trademark of Portuguese architecture are the so-called azulejos, small square ceramic tiles that bear traditional colourful paintings and are found on the façades and interior walls of house, public buildings, schools, railway or subway stations and even churches.

The word azulejo comes from the Arabic zellige, that unlike common belief, doesn't have anything to do with their typical blue colour, but with the making technique. These days, azulejos are an endangered species here in Portugal and also subject to crimes related to works of art and cultural goods. Therefore, the Projecto SOS Azulejos was launched in order to raise awareness about this problem.

Together with the art teacher, Orlanda Almeida, at the School in Lanheses, we developed a project in the framework of this initiative that was subsequently published on its Facebook page. The students of the seventh grade who were part of this project were also very happy to draft a short article regarding their activities, our work and the great finale.

A cultura muçulmana tem uma longa história e tradição na Península Ibérica e um dos vestígios que deixaram para trás, e tornaram-se uma marca registada da arquitetura Portuguesa, são os chamados azulejos, pequenas telhas cerâmicas quadradas que ostentam pinturas coloridas tradicionais e são encontradas nas fachadas e paredes interiores de casas, prédios, escolas, ferroviárias ou estações de comboio e até em igrejas.

A palavra azulejo vem do árabe zellige, que ao contrário da opinião comum, não tem nada a ver com a sua cor azul típica, mas com a técnica de fabricação. Nos dias de hoje, os azulejos são um espécie em extinção em Portugal e também estão sujeitos a crimes relacionados com obras de arte e bens culturais. Portanto, o Projecto SOS Azulejos foi lançado a fim de aumentar a consciencialização sobre este problema.

Juntamente com a professora de artes da Escola de Lanheses, Orlanda Almeida, foi desenvolvido um projeto no âmbito desta iniciativa que foi posteriormente publicado em sua página no Facebook. Os alunos do 7º ano que faziam parte deste projeto escreveram com vontade um pequeno artigo sobre as atividades, o nosso trabalho e o resultado final.















No comments:

Post a Comment